Matriz SWOT SEM MISTÉRIO

Muitos empreendedores e gestores quebram a cabeça em busca de um Planejamento Estratégico adequado que os ajude a definir ações, objetivos, metas e iniciativas para direcionar a operação de seus negócios.

E nessa busca por uma direção a dar para sua empresa, invariavelmente uma das ferramentas que surge em seu auxílio é a matriz SWOT. Nesse momento, logo vem à mente desses empreendedores e gestores palavras como forças, fraquezas, ameaças, oportunidades, ambiente interno e ambiente externo.

Mas na hora de por tais conceitos em prática, muitas vezes percebem que não sabem realmente como fazer uma matriz SWOT. Na verdade, não existem grandes segredos em como fazer uma análise SWOT. Inclusive, ela foi criada em forma de matriz exatamente para facilitar sua elaboração e análise, de uma forma intuitiva e que segue certas regras de fácil aplicação.

A análise do ambiente interno é que determina suas forças e fraquezas. E a análise do ambiente externo é que possibilita a definição das oportunidades e ameaças.

Ambiente interno: usualmente o ambiente interno é definido como aquele sobre o qual a empresa tem controle. Isto é, tem como agir sobre ele. É neste domínio que você encontrará as forças e fraquezas de sua empresa. É dentro do ambiente interno que você encontrará suas forças e fraquezas. Forças: elementos e características de seu ambiente interno que representam uma vantagem sobre a concorrência. Fraquezas: de forma análoga, as características e elementos de seu ambiente interno que desfavorecem sua empresa em relação à concorrência são suas fraquezas.

Ambiente externo: fatores sobre os quais a empresa não tem controle, como o clima, taxa de juros, mudanças de legislação, câmbio, desastres naturais, políticas ambientais, guerras, embargos econômicos, crises econômicas, eleições etc. Oportunidades: sempre que um fator externo cria um cenário favorável para a empresa, ele representa uma oportunidade. Ameaças: todos os elementos ou conjunturas que criam um ambiente desfavorável para a empresa (e sobre os quais a empresa não tem controle) são ameaças para o negócio.

Matriz SWOT: como fazer essa análise passo a passo:

 1.       Defina suas forças.

 2.       Determine suas fraquezas.

 3.       Liste as oportunidades.

 4.       Enumere as ameaças.

 5.       Coloque os dados nos locais da planilha conforme a figura.

Faça as correlações entre os fatores da matriz e determine:

 1.       Forças podem potencializar quais oportunidades.

 2.       Forças podem combater quais ameaças.

 3.       Fraquezas podem prejudicar quais oportunidades.

 4.       Fraquezas podem potencializar quais ameaças.

O importante é ter entendido os conceitos e principalmente como correlacionar adequadamente as forças e as fraquezas com as oportunidades e as ameaças. Que achou da matriz SWOT? Já sabe como fazer a sua?  

Tags: Inov9, Planejamento Estratégico, Análise SWOT

 Imprimir  E-mail